MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/05/2017
14 de maio de 2017 às 11h27 | Geral

Trabalho de apicultura da região do Pantanal será premiado pelo Mercosul no Chile

O evento de premiação acontecerá de 19 a 23 de junho, em Santiago, capital do Chile

Por: GOVMS

O mel da Associação Leste Pantaneira de Apicultores (Alespana) será premiado, na edição 2017, do “Concurso de Buenas Prácticas en Agricultura Familiar do Mercosul”, realizado pela Reunião Especializada da Agricultura Familiar do Mercosul (REAF). O produto sul-mato-grossense foi o único do Centro-Oeste classificado e será premiado na categoria Associativismo para Crescer. Um trabalho que conta com o acompanhamento e apoio da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

O evento de premiação acontecerá de 19 a 23 de junho, em Santiago, capital do Chile. A programação também vem para comemorar o aniversário de 50 anos da Lei de Reforma Agrária naquele país. Além de Mato Grosso do Sul, também serão premiados outros dois projetos brasileiros (Rio Grande do Sul e Santa Catarina), todos eles ligados a entidades estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). Os outros cinco prêmios são para a agricultura familiar dos países vizinhos: Argentina (quatro projetos) e Uruguai (um projeto).

A iniciativa foi inscrita no concurso pela zootecnista e coordenadora regional da Agraer de Anastácio, Vera Lúcia Golze, que se disse surpresa com a premiação. “A gente soube do edital de última hora. A gente não preparou mais material sobre este trabalho por conta do tempo limitado, participamos de uma forma despretensiosa. Contudo, é uma satisfação muito grande porque vamos levar o nome do Estado, da nossa agricultura familiar e da Agraer. Sem contar que conhecemos o potencial dos agricultores familiares da Alespana”.

Enelvo Felini, diretor presidente da Agraer, também comemora mais essa vitória. “O nosso governador Reinaldo Azambuja é um dos grandes incentivadores dos trabalhos da agricultura familiar seja por meio da liberação de recursos para compra de equipamentos agrícolas como por meio do apoio das atividades da Agraer, entidade estadual responsável pela prestação de serviços de Ater ”, disse.

Essa não é a primeira vez que o mel da Alespana é premiado. “Vale ressaltar que, em 2015, no prêmio ‘Boas Práticas de Ater na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária’, do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, o mel da Alespana recebeu o troféu e o espaço na publicação do caderno de ‘Boas Práticas’. A apicultura, a agricultura familiar e a Agraer ficarão ainda mais fortalecidas com esse prêmio que reconhece a importância do trabalho que vem sendo desenvolvido pelos pequenos produtores”, observou a zootecnista.

Alespana

A Agraer mudou a realidade da produção de mel dos agricultores familiares da região do Pantanal Sul-mato-grossense, graças a qualidade do trabalho de Ater prestados à Associação Leste Pantaneira de Apicultores. Com isso, o grupo elevou, consideravelmente, a produção de nove toneladas em 2003 para 64 toneladas até 2014.

Fundada no ano de 2001, a Alespana começou com seis produtores e, atualmente, possui 42 sócios em diversos municípios da região pantaneira de Mato Grosso do Sul, sendo 32 homens e 10 mulheres. Terenos, Anastácio, Aquidauana, Nioaque, Miranda e Dois Irmãos do Buriti são as seis cidades nas quais os apicultores exercem suas atividades.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas