MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/09/2018
05 de junho de 2018 às 13h07 | Geral

Reordenamento do sistema viário na rotatória da coca cola começa na próxima semana

A expectativa é de que a intervenção esteja concluída no mês de agosto

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

O projeto de readequação viária da rotatória da Coca Cola ficou pronto e o prefeito Marquinhos Trad confirmou para a próxima semana o início dos trabalhos nas avenidas Gury Marques com a Dr. Olavo Vilella de Andrade (antiga Interlagos). O processo de sinalização horizontal, vertical e semafórica vai pôr fim ao congestionamento no trânsito daquela região da cidade.

Nesta manhã, o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Janine de Lima Bruno, apresentou uma simulação de como vai funcionar a rotatória após a implantação da readequação viária no local.

Os levantamentos com a pesquisa de tráfego foram realizados pelo Consórcio CAM, que venceu a licitação para manter a sinalização de trânsito de Campo Grande. Esses dados serviram de subsídio para o projeto, que definiu a temporização dos semáforos, conforme a demanda de fluxo. “Este mesmo trabalho precedeu o reordenamento da rotatória da Mato Grosso com a Nelly Martins”, explica Janine.

De acordo com o diretor da Agetran, o projeto de reordenamento será bem menos complicado que o da Avenida Mato Grosso, onde foi preciso executar uma série de obras, com redução de canteiros e redimensionamento da rotatória em si, para abertura de uma terceira pista de rolamento, bem como abertura de uma alça de acesso.

“A dinâmica do trânsito da Mato Grosso é muito mais complicada, com gargalos de tráfego praticamente o dia inteiro. Já na Gury Marques há formação de índice congestionamento das 7 às 8 horas da manhã, na pista bairro/centro, e à tarde, das 17 às 19 horas, na pista contrária. Outra vantagem é que aquela rotatória já tem três pistas de rolamento”, explica Janine.

A ordem de serviço dos trabalhos que serão realizados no reordenamento do trânsito da Rotatória da Coca Cola foi assinada pelo prefeito Marquinhos Trad no dia 24 de abril deste ano. O recurso é próprio da Prefeitura de Campo Grande, proveniente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito e da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos – Sisep.

A opção de instalar a rotatória, em vez de um viaduto, levou em conta, de acordo com o diretor da Agetran, o custo muito menor da intervenção (com a mesma eficácia) e a maior rapidez na implantação. A expectativa é de que a intervenção esteja concluída no mês de agosto.

Finalizada essa obra, na sequência, haverá intervenções semelhantes nas rotatórias das avenidas Tamandaré com Euler de Azevedo; Três Barras com Marquês de Lavradio; Joaquim Murtinho com Ceará e Eduardo Elias Zahran com Joaquim Murtinho.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas