MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
14/08/2018
28 de setembro de 2014 às 08h30 | Esporte

Queniano quebra recorde mundial na Maratona de Berlim

A melhor marca da história pertencia ao também queniano Wilson Kipsang

Por: Mariana Rodrigues/Informações Terra
Foto: Hannibal Hanschke/Reuters

 A expectativa da melhor marca do mundo foi confirmada na Maratona de Berlim, disputada na manhã deste domingo. Favorito, o queniano Dennis Kimetto venceu a prova com o tempo de 2h02min57s, novo recorde mundial para a distância.

A melhor marca da história pertencia ao também queniano Wilson Kipsang, que na temporada passada venceu a Maratona de Berlim com o tempo de 2h03min23s. O tempo registrado por Kimetto neste domingo é 26 segundos mais baixo do que o de seu compatriota em 2013.

"Me sinto bem porque ganhei uma prova muito dura. Me senti bem desde e o começo e nos últimos quilômetros percebi que poderia quebrar o recorde", disse Kimetto, que na temporada passada venceu a Maratona de Chicago.

Para quebrar o recorde mundial neste domingo, o maratonista queniano teve que travar dura batalha com seu compatriota Emmanuel Mutai, que acabou em segundo com a marca de 2h03min13s. O etíope Abera Kuma, e os também quenianos Geoffrey Kamworor e Eliud Kiptanui completaram a lista dos cinco primeiros colocados.

Na prova feminina em Berlim, o lugar mais alto do pódio foi para a etíope Tirfi Tsegaye, seguida por sua compatriota Feyse Tadese. A norte-americana Shalane Flanagan foi a terceira, logo à frente das também etíopes Tadelech Bekele e Abedech Afework.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas