MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/10/2018
07 de março de 2018 às 11h23 | Saúde

Prefeitura normatiza plantões em unidades de saúde da Capital

Documento prevê carga horária das jornadas extras e também estabelece deveres dos profissionais nos locais de saúde

Por: Da Redação
231de plantão de seis horas.

Isso no caso de médicos que atuem nas UPAS (Unidades de Pronto Atendimento), CRS (Centros Regionais de Saúde), Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), entre outros.

Entre as punições, o documento prevê sanções em caso de ausência de 10 a 30 minutos, dependendo da carga horária do plantão. Nestas situações, o servidor terá de recompensar no mesmo dia ou em horário consecutivo. Se a reposição não ocorrer, um terço da remuneração referente ao plantão será descontada.

Ainda há as regras para os plantões chamados de "sombra", sem remuneração e que fará parte de treinamento para ingresso nas escalas de plantão eventual. "A fim de oportunizar ao servidor a vivência e rotina dos trabalhos que serão realizados durante o plantão eventual".

O documento ainda traz os deveres que cada profissional, como farmacêutico, médico, enfermagem, deve exercer dentro das unidades de saúde.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas