MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/02/2019
04 de fevereiro de 2019 às 12h34 | Geral

Prefeito apresenta conquistas da metade do mandato e projetos para os próximos anos

O discurso foi feito na abertura dos trabalhos na Câmara dos Vereadores

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, participou na manhã desta segunda-feira (4) da sessão de abertura dos trabalhos na Câmara de Campo Grande. Na ocasião, o prefeito apresentou avanços conquistados nos dois primeiros anos e novos projetos para a segunda metade da gestão.

Marquinhos pontuou que Campo Grande ocupa hoje o quarto lugar em qualidade de vida entre as 21 capitais do País, segundo dados da pesquisa “Qualidade de vida nas cidades”, desenvolvida pela ProTeste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor. Em 2016, Campo Grande era a 7º colocada neste estudo.

Os números também são satisfatórios  quando o tema é transparência. Hoje, Campo Grande está entre as quatro capitais com melhores índices de transparência, com a nota 10. Entre 2014 e 2016, segundo a Controladoria Geral da União, nenhum município de Mato Grosso do Sul cumpria a Lei de Acesso à Informação e Transparência.

O prefeito ressaltou aos vereadores que já cumpriu a maioria dos compromissos firmados durante a campanha, com 21 metas realizadas e muitas em fase de construção, já com data para ser efetivada. Entre eles, fim da tarifa mínima na conta de água, que proporcionou justiça social aos campo-grandenses, com redução na conta de grande parte da população.

“A vida é uma constante evolução. Por mais que você faça, você busca prosperar cada vez mais e o campo-grandense merece. Razão por que nós , que nos tornamos um dos maiores investidores na área da saúde pública, temos que otimizar agora. Dinheiro, nos buscamos para área da saúde. Agora, nos vamos de uma vez por todas aumentar o número de clínicas da família e entregar cada vez mais uma saúde pública eficiente e eficaz. Nosso projeto é Campo Grande, com harmonia, respeito e, acima de tudo, com transparência”, declarou o prefeito Marquinhos Trad.

Na educação, ele enfatizou a entrega de material escolar e merenda logo no início do ano letivo de 2019. A Rede Municipal de Ensino teve uma grande evolução no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), ocupando o 4° lugar dentre as escolas públicas do País. O melhor desempenho foi registrado nas séries iniciais do ensino fundamental, até o 5º ano. De 5.4, o índice subiu para 5.6. Nos anos iniciais – 5° ano – a proficiência em língua portuguesa foi de 206,69 – em 2015 – e 216,17 – em 2017. Crescemos uma média de 10 pontos. Em matemática de 213,58 em 2015 crescemos para 222,66, em 2017. Crescemos também quase 10 pontos.

Marquinhos também recordou que o Conselho Federal de medicina (CFM) anunciou que Campo Grande foi a Capital que mais investiu em saúde na esfera nacional, assumindo primeira posição, com gasto anual de R$ 686,56 por habitante. Em 2016, por exemplo, Campo Grande estava em 11º lugar, aplicando, em média, R$ 95 per capita em saúde.

No Turismo, a Capital de Mato Grosso do Sul foi nomeada a 4ª em uma lista de 15 destinos imperdíveis na região Centro-Oeste, segundo ranking da Expedia Brasil. Em 2016, a Capital não aparecia na lista.

Realizações e novos projetos

O prefeito também ressaltou as realizações da atual gestão e anunciou projetos já em execução, com resultados para o ano de 2019. Um dos pontos altos na saúde foi a retomada e entrega de três Unidades Básicas de Saúde da Família, beneficiando quase 100 mil pessoas. Outra conquista foi a Clínica da Família, que se tornou referência internacional em atendimento pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Para 2019, a administração trabalha na implantação de mais quatro clínicas da família, nos bairros Portal Caiobá, Parque do Sol, Iracy Coelho e Los Angeles. Até 2020, serão pelo menos sete, sendo uma para cada região da cidade.

Na educação, além do material e uniforme escolar nos primeiros dias de aula, destaque para as novas Escolas Municipais de Educação Infantil. A Prefeitura entrega duas neste mês de fevereiro, no Vespasiano Martins e Nascente do Segredo. Para os próximos meses, ainda em 2019, a expectativa é de que sejam entregues as EMEI’s do Inápolis, Zé Pereira, Anache e Popular.

Nos dois primeiros anos de mandato, a atual administração retomou diversas obras paradas, entregando a Escola Varandas do Campo e as EMEI’s do Noroeste e Centenário.

Marquinhos anunciou o investimento de R$ 202 milhões em pavimentação para 2019 e lembrou das várias obras realizadas e em andamento na Capital, recordando, entre elas: Reviva Campo Grande;  revitalização do Anhandui; recapeamento da Cônsul Assaf Trad, Brilhante, Euler de Azevedo, Fernando de Noronha e trecho da Tamandaré, asfalto no Parque dos Laranjais e Jardim Morenão e retomada das obras do macroanel, com mais de 24km de pavimentação realizadas.

Também pontuou a instalação de 13 mil lâmpadas de Led, revitalização do Autódromo internacional de Campo Grande; etapa A de obras de pavimentação é drenagem do Nova Lima finalizada; os trabalhos de microrrevestimento e recapeamento, com recuperação de mais de 40 km de vias.

No esporte, o Programa Movimenta Campo Grande levou mais de 40 mil pessoas à prática esportiva, com mais de 650 oficinas, em 56 locais diferentes, nas 7 regiões. Depois de quatro anos, Campo Grande voltou a receber uma prova da Stock Car e vários outros eventos nacionais.

As praças de Campo Grande também entraram na lista de prioridade, com a revitalização do Belmar Fidalgo, em parceria com a iniciativa privada e revitalização do Guanandizão, Jacques da Luz e Ayrton Senna.

O prefeito lembrou ainda a entrega de casas no Bom Retiro, que ganhou evidência na mídia nacional e a construção de mais de 1100 moradias, sendo 50% já concluídas.

Depois de 20 anos, a Prefeitura realizou o primeiro sorteio de alvarás para taxistas e mototaxistas, uma conquista para a categoria. Além disso, investiu na mobilidade urbana, com semaforização, sinalização, onda verde e reordenamento em pontos de estrangulamento do trânsito, como a rotatória da Coca Cola e Via Parque com a Mato Grosso.  No transporte urbano, entrega de 135 novos ônibus, sendo 40 com ar condicionado e climatizadores.

Marquinhos também pontuou a inauguração de gerências operacionais da Polícia Municipal, armamento para 200 policiais municipais e a previsão de concurso com 350 novas vagas.

Nos dois primeiros anos, a atual gestão inaugurou dois ecopontos, no Panamá e Noroeste e agilizou a emissão de alvarás de construção. Os avanços administrativos possibilitaram a chegada de novas empresas, que injetaram R$ 600 milhões na economia da cidade e ajudaram a colocar a capital entre as cinco melhores em oferta de trabalho.

Na Cultura, novos eventos, que agradaram campo-grandenses: Praça  da Copa, inauguração da Maria Fumaça e a Cidade do Natal – que levou mais de 300 mil pessoas em um mês de festa.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas