MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
16/11/2018
06 de março de 2018 às 08h41 | Polícia

Polícia Militar de Trânsito intensifica fiscalização da Lei Seca e autua 38 pessoas por embriaguez

A multa por dirigir embriagado ou se recusar a fazer o teste do etilômetro é de R$ 2.934,70

Por: GOV MS
Divulgação/GOV MS

Dirigir alcoolizado está entre os cinco principais fatores de risco para a mortalidade no trânsito. Apesar da Lei Seca sancionada em 2008, com o intuito de minimizar o alto índice de mortes em decorrência do consumo de bebida alcoólica e de todas as punições, ainda é visível a falta de consciência de alguns motoristas. Pensando nisso o 17º Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (Bptran) está realizando nos finais de semana diversas operações com o foco no cumprimento desta lei, principalmente no período noturno quando a incidência de pessoas alcoolizadas dirigindo veículos em via pública é maior.

Desde sexta-feira até domingo (4.3) foram realizados 120 testes de alcoolemia e autuadas 38 pessoas por embriaguez, desse total sete delas foram encaminhadas para a delegacia por dirigirem embriagadas. Ao todo foram registrados 56 acidentes de trânsito, desses 33 com vítimas. Somente no sábado (3.3) foram 24 acidentes, sendo 16 com vítimas.

Segundo o comandante do 17º Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (Bptran), tenente-coronel Claudemir de Melo Domingos Braz, o desrespeito às leis de trânsito principalmente em relação à embriaguez ao volante tem sido muito comum, e o Bptran em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) tem intensificado as fiscalizações na Capital. “Ações como essas desse fim de semana servem para conscientizar a população sobre a necessidade da mudança de comportamento, uma vez que, a fiscalização continuará constante”, alerta o comandante.

O valor da multa previsto no Art. 165 do Código de Trânsito Brasileiro, por embriaguez ao volante ou a recusa de ser submetido ao teste do etilômetro é de R$ 2.934,70 e suspensão de 12 meses do direito de dirigir.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas