MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
25/06/2018
10 de junho de 2018 às 09h24 | Geral

Para Tereza Cristina nova fábrica da ADM agrega valor à soja e traz “tecnologia de ponta” para o MS

Tereza disse que ver a fábrica em pleno funcionamento é gratificante e prazeroso

Por: Assessoria
Divulgação/Assessoria

A deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) destacou a importância de se ter um empreendimento do porte da fábrica de proteínas de soja da ADM (Archer Daniels Midland Company), inaugurada nesta sexta-feira (8), em Campo Grande.

“Isso agrega valor à soja do nosso Estado e traz ‘tecnologia de ponta’ para ser aplicada aqui. O que é muito bom para nosso mercado interno”, acredita.

Tereza disse que ver a fábrica em pleno funcionamento é gratificante e prazeroso. A parlamentar que acompanhou todo o processo de instalação e vinda definitiva do grupo para Mato Grosso do Sul há seis anos, lembra como foram os detalhes da negociação até a inauguração que ela classificou como: Um dia histórico para Mato Grosso do Sul.

“Acompanhei desde a escolha pelo nosso Estado, enquanto era Secretária de Produção, depois o projeto da fábrica. Estivemos em Nova Iorque (EUA), acompanhada do governador André Puccinelli para um encontro com o presidente mundial da ADM, Juan Luciano, para que realmente a fábrica fosse instalada em solo sul-mato-grossense”, recordou Tereza Cristina.

A ADM é uma das maiores empresas de agronegócio do mundo e a planta em Campo Grande é a primeira construída fora dos Estados Unidos e a primeira da América Latina. “Temos orgulho desta fábrica estar aqui. Temos uma empresa em Campo Grande que tem histórico marcante no comodities do plantio de soja deste Estado”, lembrou.

A indústria já operava na Capital depois de adquirir a primeira fábrica de processamento de soja e produção de óleo existente em Mato Grosso do Sul. Com o novo empreendimento o Estado passará a ter a maior indústria de proteínas de soja da América Latina, com a mais alta tecnologia e fabricando proteína para atender a indústria de alimentos nacional e internacional.

 “A unidade inicia a operação em Campo Grande gerando 140 novos postos de trabalho, alto grau de especialização e capacitação técnica, para atuarem nas diversas etapas da operação”, disse Tereza ao enumerar algumas conquistas com a abertura da nova fábrica.

Segundo Tereza a opção inicial do grupo era levar o empreendimento para Uberaba em Minas Gerais e graças ao trabalho árduo de negociações, liderado por Tereza Cristina à época, conseguiu-se que a fábrica fosse enfim instalada no Centro-Oeste brasileiro, especificamente em Mato Grosso do Sul.

A nova fábrica da ADM beneficia a comunidade de Campo Grande e os produtores do Mato Grosso do Sul, com novas oportunidades de negócios, movimentando a economia local, gerando empregos e colaborando para posicionar a região como produtora também de insumos de alto valor agregado.

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas