MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
20/08/2018
22 de maio de 2018 às 12h29 | Saúde

Na semana de doação de leite, conhecer os benefícios da amamentação ajuda a sensibilizar mulheres

Durante toda a Semana ocorrerão atividades alusivas em todos os Bancos de Leite do Estado

Por: GOV MS
Reprodução

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Gerência de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, juntamente com os Bancos de Leite Humano do Estado, lançou a Semana Estadual de Doação de Leite Humano. Durante toda a semana serão desenvolvidas diversas atividades de promoção ao aleitamento e doação de leite materno.

Para a presidente da Comissão Estadual de Bancos de Leite Humano e coordenadora do Centro de Referência Estadual de Leite Humano do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap), Elisabete Kamiya, a grande importância da Semana Estadual está na sensibilização feita com as mulheres gestantes e lactantes, público-alvo dessas campanhas.

Para ela, trabalhar desde cedo a importância do aleitamento materno pode formar mulheres doadoras no futuro. “O aleitamento materno é um assunto que pode ser trabalhado em todas as idades. É preciso inserir no conceito da criança que o ideal é amamentar no peito e não dar a mamadeira. Quando se trabalha o aleitamento materno desde cedo, fica mais fácil trabalhar a ideia da doação no futuro”.

O leite materno contém todos os nutrientes, proteínas, açúcares, gordura e vitaminas que o bebê precisa até os seis meses de idade para crescer e se desenvolver com saúde. Possui equilíbrio dos nutrientes e ajuda o bebê a manter o peso adequado.

“Já no pré-natal a mulher precisa saber porquê ela deve amamentar. Todo leite em pó, é leite de vaca liofilizado (processo de congelamento). Leite de vaca é leite para o bezerro e leite humano é para o bebê. Salvo, nos casos quando a mãe não pode amamentar. O leite materno garante o bom desenvolvimento da criança, tanto fisiológico, intelectual, tudo. O colostro é uma vacina para a criança, ajudando no sistema imunológico do bebê”, explicou a coordenadora e responsável técnica do Banco de Leite Humano da Maternidade Cândido Mariano, Abigail Marques de Souza.

Segundo Abigail, sabendo da importância do leite materno, a mulher acaba se sensibilizando e se tornando também uma doadora.

Durante o evento na Maternidade Cândido Mariano, foram entregues às doadoras de leite um certificado expedido pela SES atestando a grande a ação voluntária. “Vontade de ajudar, de fazer um pouco por quem está precisando. Tenho consciência da importância do aleitamento materno”, contou a mãe de duas crianças, a doadora do HU, Aline de Souza.

Doação

Para doar é preciso se cadastrar antecipadamente em algum dos bancos leite da cidade e tomar alguns cuidados com a higiene pessoal e com a higienização do recipiente onde o leite será colocado.

“Existem sim critérios médicos que avaliam a doadora para garantir a qualidade do leite que será oferecido. O leite deve ser congelado e, além disso, precisa ser colhido em recipientes adequados”, explicou Elisabete.

 

Muitas vezes sem acesso, mulheres não compreendem a importância do que significa o gesto da doação para milhares de crianças.

Programação

Conforme a programação, além das atividades já realizadas na Maternidade Cândido Mariano de Campo Grande, na Santa Casa e no Hospital Universitário de Dourados, as ações continuam nos próximos dias. O Humap realizará, nesta quinta-feira (24.5), às 8 horas:

Encontro do Cordão Vermelho (mãe e bebê);

Massagem para mãe e bebê;

Roda de Conversa: Dificuldades no aleitamento materno e doação de leite humano.

Ainda na quinta-feira, haverá entrega de certificados para as mamães doadoras no Hospital Regional, onde também será oferecido um café da manhã.

O Hospital Universitário também fará na sexta-feira (25.5), às 8 horas, uma roda de conversa com as funcionárias gestantes e lactantes do Humap. No encontro, serão desenvolvidos exercícios funcionais específicos para gestantes. Haverá também uma palestra com o tema “A importância do Banco de Leite”.

A Semana de Doação de Leite Humano é uma iniciativa destinada à proteção e promoção do aleitamento materno, que visa ainda sensibilizar a sociedade sobre a importância da doação de leite humano. Estimular a doação de leite materno, promover debates sobre a importância do aleitamento materno e da doação de leite humano, e divulgar os bancos de leite humano nos estados e municípios brasileiros são alguns dos objetivos da Semana Estadual.

Na solenidade de lançamento ocorrida na semana passada, estiveram presentes a superintendente geral de Atenção à Saúde da SES, médica Mariana Croda; o diretor-presidente da Maternidade Cândido Mariano, médico Cézar Luiz Galhardo; o superintendente do Hospital Universitário, professor Claudio César da Silva; além dos representantes de bancos de leite.

Dia Nacional de Doação de Leite Humano

Em 2015, uma lei instituiu o Dia Nacional de Doação de Leite Humano que passou a ser comemorado, anualmente, em 19 de maio. A lei determinou ainda que a Semana Nacional fosse comemorada, também anualmente.

Inicialmente, o Dia Nacional era comemorado em 1º de outubro conforme o Ministério da Saúde, por meio de uma portaria de 2003, Art. 1º. Com a lei de 2015, o Dia Nacional de Doação de Leite Humano passou a ser 19 de maio. A primeira comemoração do Dia Nacional de Doação de Leite Humano foi realizada no ano de 2004.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas