MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
27/06/2019
24 de janeiro de 2019 às 09h21 | Geral

Na Capital Federal, Reinaldo Azambuja se reúne com governadores do Brasil Central e ministros de Bolsonaro

O governador vai tratar de projetos estratégicos para Mato Grosso do Sul

Por: GOV MS
Divulgação/GOV MS

O governador Reinaldo Azambuja cumpre extensa agenda de trabalho em Brasília (DF) nesta quinta-feira (24.1). Para tratar de projetos estratégicos para Mato Grosso do Sul, ele vai se reunir com governadores do Brasil Central e ministros do presidente Jair Bolsonaro.

Os compromissos começam nas primeiras horas da manhã na Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), onde será realizada a primeira reunião de 2019 do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central.

Junto dos governadores do Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Rondônia e Tocantins, Reinaldo Azambuja vai definir o novo presidente do bloco e traçar pautas prioritárias para 2019.

Criado em 2015, o grupo tem objetivo de fomentar o crescimento individual e regional dos estados participantes. Na primeira reunião do ano, estão na pauta temas sobre o mercado comum do Brasil Central; desenvolvimento integrado; competitividade; produtividade; infraestrutura; logística; e transportes.

Reuniões ministeriais

À tarde, o governador de Mato Grosso do Sul tem audiência com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Assuntos relacionados à reforma da previdência social, ao pacto federativo e à Lei Kandir, que trata de operações relacionadas à circulação de mercadorias e serviços, devem entrar em debate.

Em entrevista concedida à imprensa nesta semana, Reinaldo Azambuja também adiantou temas que serão tratados com os ministros Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde).

“No Ministério da Infraestrutura vamos discutir a questão do desenvolvimento: ferrovias e portos. No Ministério da Saúde, investimentos em equipamento para os hospitais regionais que estamos construindo [em Dourados e Três Lagoas] e que vão ficar prontos em breve”, afirmou.

Na sexta-feira (23.1), o chefe do Executivo Estadual continua em Brasília para audiências no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e na Secretaria do Tesouro Nacional (STN), do Ministério da Economia.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas