MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
05/03/2021
19 de fevereiro de 2021 às 06h41 | Economia

MS conquista linhas de crédito do BRB para que setor turístico tenha acesso ao Fungetur

Foram meses de esforços da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (FundturMS) e Sebrae, junto ao Ministério do Turismo, para que o Estado tivesse instituições financeiras credenciadas para ofertar ao setor o Fundo Geral do Turismo (Fungetur).

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
As atividades turísticas foram duramente afetadas pela pandemia do coronavírus, que já dura quase um ano. De acordo com o diretor-presidente da FundturMS, Bruno Wendling, esse é mais um passo importante para que o turismo local possa se recuperar dos problemas causados pela pandemia e retomar as atividades do setor com mais tranquilidade. “Depois de muitos meses de trabalho, conseguimos com que o recurso anunciado em maio do ano passado esteja disponível para os empresários do turismo sul-mato-grossense. Foi muito importante a pressão que fizemos junto ao MTur para aumentar o número de credenciados, já que a Caixa Econômica Federal não estava conseguindo atender a demanda e não quis operar o Fungetur”, explica o diretor-presidente. “Com o BRB como parceiro e já com a linhas de crédito disponíveis, esperamos que os empresários tenham condições de acessar esse recurso tão importante, mesmo com tanto atraso, pois ainda vivemos a crise da pandemia. Agora a FundturMS, junto com o Sebrae, vai auxiliá-los a tirar dúvidas para facilitar que eles consigam acessar essa linha de crédito tão importante na retomada de seus negócios”, exalta Wendling. As linhas de crédito O Banco de Brasília (BRB), agente cadastrado, está oferecendo três linhas de financiamento, com condições especiais que variam conforme a categoria - todas com taxa anual de até 5% + Selic: Capital de Giro isolado para empreendimentos turísticos: – Financiamento de até 100% de projetos de até R$ 30 milhões; – Carência de até 12 meses; – Até 60 meses para pagar. Bens para empreendimentos turísticos, com capital de giro associado: – Financiamento de até 100% (sendo até 30% para capital de giro) de projetos de até R$ 10 milhões; – Carência de até 12 meses; – Até 60 meses para pagar. Obras civis para implantação ou melhoria de empreendimentos turísticos, com capital de giro associado: – Financiamento de até 80% (sendo até 30% para capital de giro) de projetos de até R$ 10 milhões; – Carência de até 60 meses; – Até 240 meses para pagar. Fungetur O Fungetur é uma linha de financiamento, com recursos do Ministério do Turismo, destinada, preferencialmente, aos segmentos de micro, pequenas e médias empresas. Diante dos impactos causados pela pandemia de Covid-19, o governo federal autorizou um crédito histórico de R$ 5 bilhões para auxiliar empreendimentos turísticos no cenário de crise, com taxas e prazos diferenciados. Segundo o MTur, do universo contratado, 93% dos recursos foram destinados a Microempreendedores Individuais (MEI) e micro, pequenas e médias empresas. Além disso, 82% dos contratos assinados neste ano foram para capital de giro.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas