MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
10/12/2019
21 de novembro de 2019 às 09h51 | Geral

Mato Grosso do Sul tem saldo de 19,7 mil novas contratações com carteira assinada em 2019

Em Mato Grosso do Sul já foram realizadas 19.759 novas contratações no mercado de trabalho no período de janeiro a outubro de 2019.

Por: Portal MS

O setor de Serviços acumula um saldo positivo de 11.345 contratações com Carteira de Trabalho assinada e o do Comércio, 3.339.

É o que aponta o relatório do Caged divulgado nesta quinta-feira (21) pelo Ministério da Economia. No mês de outubro deste ano, o Estado criou 691 novas vagas.

Os setores em destaque foram o Comércio, com 899 novas contratações e a Agropecuária com 173 novas vagas. Os setores com mais demissões do que contratações foram: Extrativa Mineral (-7); Indústria de Transformação (-58); Serviços Industriais de Utilidade Pública (-41); Construção Civil (-136); Serviços (-134) e Administração pública (-5).

“O bom desempenho do Comércio é reflexo da movimentação do setor para final de ano e mostra a capacidade de geração de empregos nas pequenas empresas.

Estamos atentos à Construção Civil, o setor teve uma queda no mês, mas vem de uma recuperação lenta no decorrer do ano.

Por isso, temos que focar nos incentivos ao setor. Importante lembrar que neste mês temos três novos empreendimentos gerando empregos no Estado: a Latasa, a Hinove e Coamo, além de três novos supermercados”, comenta o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Ainda nesta semana, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), do terceiro trimestre de 2019. Segundo o IBGE, Mato Grosso do Sul tem a segunda menor taxa de desocupação do país. “Temos hoje 1,3 milhões pessoas ocupadas e o número de desocupados caiu, passando de 120 mil para 108 mil, em relação ao segundo trimestre de 2019. Essa melhora ocorreu com as contratações de 10 mil novos empregados no Comércio e 11 mil novos empregados em Outros serviços”, finaliza secretário Jaime Verruck.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas