MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/11/2017
26 de julho de 2017 às 08h11 | Polícia

Irmãos presos com R$ 78 mil são soltos após pagamento de fiança em MS

Eles foram flagrados tentando entrar na Bolívia com dinheiro não declarado

Por: G1

Os irmãos presos com R$ 78 mil tentando entrar na Bolívia foram soltos na terça-feira (25) depois de pagarem fiança de R$ 17 mil cada um. Eles passaram uma noite na sede da Polícia Federal em Corumbá e tiveram uma audiência com o juiz da Vara de Crimes Financeiros Odilon de Oliveira.

Foi a segunda vez em 20 dias que Fabrício foi detido com alta quantia de dinheiro tentando sair do país. Na ocasião, ele estava com R$ 60 mil dentro da bolsa da namorada e alegou que o dinheiro seria usado para comprar um carro no país vizinho. Ele e a namorada ficaram presos dois dias e foram soltos depois de pagarem fiança.

Dessa vez, Fabrício estava com a irmã Fabiane de Souza Ribeiro, ex-funcionária do Senado Federal. Ela estava com carteira de identificação de funcionária do Senado Federal. Ela contou que o dinheiro era para pagar despesas do irmão, que moram na Bolívia.

O dinheiro estava em compartimentos do carro onde os irmãos estavam e parte do valor estava na cueca do homem.

Segundo a advogada dos irmãos, o dinheiro tem origem de posse de terras que a família tem no Tocantis e teria sido dado pelo pai para que eles pudessem abrir um negócio na Bolívia. A origem, segundo a defesa, será comprovada com documentos.

O flagrante foi feito pela Receita Federal, com apoio da Polícia Federal (PF), na noite de segunda-feira (24), no posto de fiscalização de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, na fronteira com a Bolívia.

Fabiane de Souza Ribeiro trabalhou durante 8 anos como secretária da senadora por Tocantis e ex-ministra da agricultura, Kátia Abreu (PMDB). Segundo a senadora, a mulher a deixou o cargo em março de 2017.

A polícia também encontrou vários recibos de saques bancários com valores entre R$ 90 mil e R$ 100 mil. Os irmãos devem responder pelo crime de evasão de divisas pela não declaração do dinheiro que saiu do Brasil.

Só em 2017, a Receita Federal apreendeu R$ 200 mil com pessoas que estavam saindo do país sem declarar a quantia.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas