MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
14/08/2018
22 de setembro de 2014 às 11h54 | Esporte

Hamilton vence em Cingapura e retoma ponta do Mundial

Com a vitória, o britânico chegou aos 241; Massa se manteve na sexta colocação

Por: Mariana Anjos / Fonte: Terra
Foto: Tim Chong / Reuters

O duelo particular da Mercedes foi impedido de acontecer logo no início do Grande Prêmio de Cingapura devido ao abandono de Nico Rosberg, que sofreu com problemas elétricos no carro. Melhor para Lewis Hamilton, que não teve um oponente à altura e venceu com tranquilidade a corrida deste domingo. Com a vitória, o britânico chegou aos 241 pontos e reassumiu a liderança do Mundial, com três pontos de vantagem sobre o companheiro de equipe.

Largando na pole-position, Hamilton aproveitou a posição e se estabeleceu na ponta desde o início. Rosberg, que teve problemas antes da volta de apresentação, ainda tentou largar dos boxes, mas, ao encontrar dificuldades em competir com os primeiros colocados, ele retornou aos boxes e não conseguiu mais voltar à pista.

Sexto colocado no grid de largada, Felipe Massa manteve a posição após a largada. Depois, conseguiu se recuperar e assumiu o quinto lugar na metade da corrida, mantendo-o até o final. O brasileiro não teve dificuldades para segurar a posição, mas também não conseguiu colar no pelotão da frente, já que ficou distante de Fernando Alonso, que foi o quarto colocado.Confirmando o que era previsto, a Red Bull conseguiu tirar proveito da grande quantidade de curvas do circuito de Cingapura e garantiu a dobradinha nos dois lugares mais baixos do pódio. Melhor durante toda a prova, Sebastian Vettel, que venceu a corrida nos últimos três anos, foi o segundo colocado, seguido por Daniel Ricciardo.

Com bom desempenho durante todas as atividades do final de semana, Alonso cruzou a linha de chegada com a Ferrari em quarto, enquanto o companheiro Kimi Raikkonen foi o oitavo, superando Nico Hulkenberg (9º) e Kevin Magnussen (10º).

Sergio Pérez conseguiu levar a melhor sobre os três no final e ficou em sétimo. Até então na posição durante grande parte da prova, Valtteri Bottas não conseguiu manter o posto na reta final e acabou apenas em 11º. A próxima etapa do Mundial de F1 2014, a 15ª, está marcada para o dia 5 de outubro, às 3h (de Brasília), no Japão.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas