MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/01/2018
21 de agosto de 2014 às 14h54 | Esporte

Fifa rejeita recurso e proíbe Barça de contratar até 2016

Segundo a Fifa, o clube e a Federação Espanhola "quebraram várias regras"

Por: Mariana Anjos / Informações Doura News

O Comitê de Apelações da Fifa anunciou nesta quarta-feira que rejeitou o recurso do Barcelona contra a proibição de comprar jogadores por duas janelas de transferências, decorrente de violações do clube espanhol sobre a contratação de atletas com menos de 18 anos. Desta forma, a equipe está liberada para registrar novos jogadores somente na atual janela, que vai até 31 de agosto - depois disso, só poderá contratar em janeiro de 2016.

O Barcelona já havia sido punido em abril deste ano, mas a Fifa concedeu um efeito suspensivo por causa do recurso impetrado pelo clube no Comitê de Apelações. Foi por isso que o clube catalão conseguiu fazer contratações na atual janela, como o croata Rakitic, o belga Vermaelen, o francês Mathieu e o uruguaio Suárez. A equipe já anunciou que vai recorrer novamente da decisão, desta vez na instância máxima, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

Uma investigação conduzida no decorrer do ano passado pela Fifa foi o que causou a punição ao Barcelona. Segundo a entidade, o clube e a Federação Espanhola de Futebol (RFEF) "quebraram várias regras" a respeito da transferência e registro de "menores de idade não-espanhóis". A investigação envolveu 10 jogadores que foram contratados e registrados entre 2009 e 2013, mas nenhum nome foi citado.

A principal determinação a respeito da transferência internacional de jogadores menores de 18 anos está no artigo 19 do Regulamento de Status e Transferência de Jogadores, documento da Fifa sobre o assunto. Segundo esse artigo, menores de idade só podem participar de transferências internacionais nos seguintes casos: se os pais do atleta se mudarem para o novo país por razões não ligadas ao futebol; se a transferência acontecer dentro do território da União Europeia; ou se jogador e clube ficarem a menos de 50 km da fronteira entre os países.

Além da proibição de contratar atletas, o Barcelona foi multado em 450 mil francos suíços (R$ 1,15 milhão) e recebeu um aviso para regularizar a situação dos jogadores em 90 dias, contando a partir desta quarta. Já a RFEF foi multada em 500 mil francos suíços (R$ 1,28 milhão) e terá um período de um ano para regularizar seu sistema de transferências internacionais de acordo com as normas da Fifa.

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas