MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
10/08/2020
31 de março de 2020 às 07h28 | Educação

Escola do Sesi de Campo Grande reforça debate sobre o Covid-19 entre os estudantes

Como parte do ensino a distância implantado em razão do avanço da pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19), a Escola do Sesi de Campo Grande está estimulando o debate sobre a doença durante as teleaulas.

Por: FIEMS
Os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental da Escola, por exemplo, enviaram vídeos ao professor Edgar Gomes, que lecionada a disciplina de Ciências, dando opiniões sobre uma ação do governo holandês para combater o avanço do novo coronavírus. A produção dos vídeos é em resposta ao desafio feito pelo professor Edgar Gomes para que os estudantes discutissem de suas casas sobre uma ação do governo holandês para combater a doença. “Quando as aulas foram suspensas para conter a pandemia, as habilidades que estavam sendo desenvolvidas em sala eram referentes aos conceitos de evolução e, neste caso, o professor aproveitou a oportunidade para solicitar aos alunos, que aplicassem o que estavam aprendendo em seu cotidiano”, pontuou o diretor Murilo Augusto de Oliveira Júnior. Ele completa que uma das ações do primeiro ministro holandês neste atual momento, pode ser entendida como um processo de seleção natural, ou artificial e os estudantes deram sua opinião sobre o tema. Eles deveriam dizer se de fato isto se tratava de uma seleção natural, ou artificial, se concordavam com a determinação e o porquê daquela resposta. Eles gravaram vídeos e enviaram para o professor via e-mail, que os respondeu imediatamente dando continuidade as argumentações. “Sempre que temos uma oportunidade de conciliar o desenvolvimento de habilidades, com o que os alunos estão vivendo em suas vidas é extremamente enriquecedor. Este atual momento que estamos enfrentando evidencia a importância do ensino de Ciências para compreensão das coisas que ocorrem no mundo. Eu, como professor, não poderia passar por um momento tão relevante sem dar minha contribuição para os alunos, levando-os a refletir sobre uma ação política em meio a uma crise de saúde”, afirmou o professor Edgar Gomes. O aluno Júlio Mateus acredita que a determinação holandesa não se trata de seleção natural. “Para que fosse de fato uma seleção natural, deveria demorar milhares de anos para ocorrer, nesse caso não concordo que seja”, pontuou. Já a aluna Valentina Schipanski Bega acredita que se refere sim a uma ideia de seleção natural. “Acho é sim seleção natural e é errado, pois quem não estiver com o sistema imunológico bom poderá morrer”, declarou.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas