MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
17/02/2018
05 de fevereiro de 2018 às 11h46 | Rural

Entidades projetam safra recorde de 8,7 milhões de toneladas de soja em Mato Grosso do Sul

Até sexta-feira passada (2), 24 municípios dos regiões central e norte do estado há haviam iniciado a colheita

Por: G1

Levantamentos recentes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA) do Sistema Famasul e Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), apontam que na temporada 2017/2018, o estado deverá colher a maior safra de sua história da oleaginosa.

A Conab, em janeiro, divulgou uma projeção de 8,701 milhões de toneladas do grão, e o SIGA, em seu mais recente relatório, mostrou uma estimativa um pouco maior, 8,736 milhões de toneladas. Em qualquer um dos cenários, o volume deste ciclo supera a produção colhida na temporada passada, que foi 8,575 milhões de toneladas, para a Conab, e de 8,532 milhões de toneladas, para o SIGA.

De acordo com a Aprosoja/MS, uma série de fatores ajuda a explicar a estimativa de produção recorde do grão este ano no estado, como, por exemplo aumento de área, que variou de de 3,1% a 4,7%, conforme a entidade que mensurou os dados, o investimento em tecnologia realizado pelo produtor nos últimos anos e as condições climáticas favoráveis, com grande volume de chuvas e ausência de veranicos (períodos de estiagem prolongada com altas temperaturas).

“Tivemos o melhor índice de precipitação dos últimos anos. As lavouras estão bonitas, carregadas, com bons tamanhos de vagens. É um ano atípico para Mato Grosso do Sul, sem veranico em dezembro e janeiro”, destaca o presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke.

Segundo a Aprosoja/MS, até sexta-feira passada (2), 24 municípios dos regiões central e norte do estado há haviam iniciado a colheita. Conforme a entidade, o trabalho segue em ritmo lento e em pequenas áreas.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas