MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
26/06/2017
07 de fevereiro de 2017 às 11h49 | Educação

Educação inicia formação de professores que atuarão nas escolas em período integral

Das doze escolas que funcionarão em período integral, oito são em Campo Grande

Por: NotíciasMS
Notícias MS

Professores, diretores e coordenadores das 12 escolas estaduais que integram o Programa de Educação em Tempo Integral – Escola da Autoria -, implantado este ano pelo Governo do Estado em Campo Grande, Dourados, Corumbá, Maracaju e Naviraí, participam, durante esta semana, de um curso de formação específica, obrigatória, para socialização e apropriação do modelo pedagógico e de gestão da nova proposta para o ensino médio.

A nova metodologia educacional implantada pela secretaria estadual de Educação em cinco municípios neste ano letivo centraliza-se em uma proposta pedagógica onde o aluno é o protagonista e com foco na aprendizagem e no combate à evasão e repetência, cujos índices na Rede Estadual de Ensino chegam a 26%. Das doze escolas que funcionarão em período integral, oito são em Campo Grande. As aulas começam no próximo dia 13.

A capacitação dos professores, que está sendo realizada no campus da Universidade Estadual de MS (UEMS), em Campo Grande, reúne mais de 300 profissionais do Magistério e também educadores e alunos de Pernambuco, estado considerado modelo na implantação do ensino em tempo integral e hoje com a maior nota (3,9) do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

Convivência ideal

A experiência dos pernambucanos na conquista do padrão de excelência no ensino médio é um dos principais temas da formação dos professores, os quais receberão uma base teórica e metodológica do novo modelo pedagógico. “Será uma semana de imersão e aprofundamento para entender esta proposta diferenciada de ensino, com ênfase no protagonismo juvenil”, explicou Deyse Maranhão Alves, coordenadora da equipe de implantação da Escola da Autoria.

Para o secretário-adjunto de Educação, Josimário Teotônio Derbli da Silva, o aprendizado para entender esta nova escola com a troca de informações e conhecimento com a equipe de Pernambuco é fundamental para conquistar os avanços na qualidade do ensino público em Mato Grosso do Sul. “A formação, além dessa convivência com quem tem experiência, vai preparar o professor para a convivência ideal com o aluno e este com a escola”, explicou.

Projeto de vida

Um dos palestrantes do curso de preparação das equipes que atuarão nas escolas de período integral, o professor e consultor do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), de Recife (PE), João Freitas Neto, disse que o professor deve estar presente na vida do estudante, como alguém que acredita, escuta e orienta os seus sonhos. “O professor não deve ser apenas um repassador de conteúdo, mas um educador, que apoia o projeto de vida do aluno”, definiu.

O papel do professor, segundo o consultor do ICE, é relevante na aplicabilidade de diversas práticas pedagógicas de resultados dentro desse novo modelo de ensino, onde a aplicação de inovações em conteúdo, método e gestão também implica, efetivamente, na formação integral do jovem nas dimensões pessoal, social e produtiva. O ICE foi criado em 2003, por um grupo de empresários motivados a conceber um novo modelo de escola pública.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas