MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/10/2020
29 de setembro de 2020 às 06h38 | Polícia

Combate às queimadas no MS ganha reforço de mais 120 brigadistas e bombeiros

Com o agravamento dos focos de incêndio no Pantanal o combate será reforçado já a partir desta terça-feira (29), conforme o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
“Tivemos um final de semana de situação extremamente dramática, saímos sexta-feira de 17 focos no Estado para mil focos no sábado em várias regiões. Então, continua preocupante, continua em alerta e os próximos dias serão de muita seca, baixa umidade e de grande risco de incêndio em todo o Estado”, disse ele. O secretário explicou que no final de semana mesmo foram tomadas todas as medidas para que Mato Grosso do Sul receba apoio do Governo Federal e de outros estados. “Através de uma determinação do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) amanhã (terça-feira) já chegam a Mato Grosso do Sul mais 41 brigadistas e já confirmado em torno de 60 brigadistas do Distrito Federal e 20 de Santa Catarina”, anunciou Verruck. Serra do Amolar A força-tarefa que atua na região da Serra da Amolar (Pantanal de Corumbá) para combater os focos de calor com a mobilização de 65 homens, formada por bombeiros de MS e PR, marinheiros, brigadistas do Ibama, ICMbio e de organizações não-governamentais, enfrenta diariamente situações críticas com os incêndios aumentando devido a seca extrema no bioma e altas temperaturas. Nesta segunda-feira, 28, às 15h, uma guarnição atendeu emergência na Fazenda Santa Tereza, onde o fogo queimou uma casa de moradores e se alastra pela vegetação nativa. Pouco antes, por volta de 13h, o incêndio que há uma semana rompe pelo entorno da serra chegou a 30 metros da sede da Reserva Eliezer Batista, base das operações antifogo.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas