MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/11/2017
19 de setembro de 2017 às 11h20 | Economia

Com consultoria do Centro Internacional de Negócios, indústria de MS faz 1ª exportação

Foi a primeira exportação da indústria plástica campo-grandense

Por: Fiems
Divulgação/Fiems

O serviço de consultoria desenvolvido pelo CIN (Centro Internacional de Negócios) do Sistema Fiems, que agora está sob a coordenação do IEL, já começa a trazer os primeiros resultados para as indústrias de Mato Grosso do Sul. Esse é caso da União Plásticos, indústria plástica de Campo Grande (MS), que fez o carregamento de embalagens e refrescos para serem exportadas para a empresa paraguaia, localizada no Distrito de Carlos Antonio Lopez.

Na prática, foi a primeira exportação da indústria plástica campo-grandense, que recebeu toda a orientação do CIN. “A União Plásticos é uma empresa que só atuava no mercado interno e, depois do contato com a empresa paraguaia, viu uma oportunidade de se inserir no mercado externo. Como não tinham conhecimento dos trâmites para exportar, buscaram o suporte do CIN”, explicaram as analistas de comércio exterior do CIN, Nathalia Alves e Gracieiry Ferreira, que acompanharam todo o processo juntamente com a direção da indústria.

Passo a passo

Nathalia Alves acrescenta que a equipe do CIN visitou a fábrica e orientou, passo a passo, como deveria ser feito o processo para ocorrer a exportação para o país vizinho. “Assim como o preenchimento de todos os documentos necessários para a realização do processo”, detalhou, completando que entre os documentos que a empresa teve de apresentar estão Fatura Proforma, Fatura Comercial e o Packing List, além da nota fiscal e do Certificado de Origem, sendo esse último emitido pelo CIN.

Ainda conforme a analista de comércio exterior do CIN, muitos empresários costumam ficar receosos sobre a documentação necessária para internacionalizar a empresa. “Por não ter conhecimento sobre essa questão documental, o empresário acha que é algo muito difícil, mas o CIN está aqui para isso. E nós acompanhamos todo o processo de exportação, inclusive na hora de calcular o preço de exportação dos produtos”, acrescentou.

Novas fronteiras

Segundo o gerente-administrativo da União Plásticos, Luiz Fernando de Brito, a orientação do CIN foi fundamental em todo o processo de exportação. “A venda foi feita por meio de um representante comercial da empresa, que tinha contato com o importador paraguaio. Depois de fecharmos a venda, começamos o processo de produção da embalagem, mas, enquanto isso, tivemos de fazer a parte de formalização. Já éramos habilitados na Receita Federal e no Governo do Estado, mas precisamos da orientação do CIN para os outros documentos necessários”, disse,

Ele reforça que a empresa pretende ampliar o mercado em outros países. “Não posso dar detalhes sobre as empresas que estamos em fase de prospecção por uma questão estratégica, mas essa primeira exportação nos motivou a buscar outros mercados e com certeza vamos buscar novamente a consultoria do CIN”, concluiu.

Sobre o CIN

O Centro Internacional de Negócios de Mato Grosso do Sul é uma unidade do Sistema Fiems, sob coordenação do IEL, que tem como missão defender e apoiar as empresas sul-mato-grossenses no contexto internacional, visando aumentar sua competitividade e presença no mercado global, através da prestação de serviços e defesa de interesses.

O CIN participa da implementação internacional do comércio exterior no Estado há mais de 8 anos e é parte integrante da Rede CIN, coordenada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e criada com o apoio da APEX Brasil (Agência Nacional de Promoção de Exportações), e está presente em 27 Unidades da Federação.

Leia mais no site www.fiems.com.br ou pelo link http://www.fiems.com.br/noticias/com-consultoria-do-centro-internacional-de-negocios-industria-de-ms-faz-1a-exportacao/24549

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas