MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
30/05/2017
25 de abril de 2017 às 11h10 | Economia

Capital gerou 435 empregos com carteira assinada no 1º trimestre

Até o momento foram contabilizadas 24.136 admissões e 23.701 demissões

Por: PMCG
Reprodução

De janeiro a março deste ano, a geração de empregos na Capital apresentou o saldo positivo de 435 postos de trabalho com carteira assinada, tendo variação de 0,22% no estoque de emprego. Esses dados fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado no dia 20 de abril pelo Ministério do Trabalho.

Até o momento foram contabilizadas 24.136 admissões e 23.701 demissões, com saldo positivo de 435 empregos. A construção civil foi destaque, obtendo saldo positivo de 449 postos com carteira assinada, variação de 2,89% e o setor de serviços, 274, variação positiva de 0,27%.

Em março, a Agência de Empregos da Fundação Social do Trabalho (Funsat) contabilizou 5.889 atendimentos de pessoas interessadas em inserir-se no mercado de trabalho.

Inscreveram-se pela primeira vez 790 pessoas; foram captadas 247 vagas e encaminhadas 1.450 para seleção de emprego. Foram admitidos 178 trabalhadores formalmente no mercado de trabalho da capital.

Houve 1.456 requisições de seguro desemprego e foram emitidas 744 carteiras de trabalho.

Para o diretor-presidente da Funsat, Cleiton Franco, a procura por uma vaga de emprego formal tem aumentado mês a mês na Agência. “Estamos dialogando com os empresários para oferecer mais vagas à população da Capital”, ressalta.

Os dados foram divulgados pelo Cadastro de Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged), com informações organizadas pela Funsat.

 

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas