MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
22/08/2019
25 de fevereiro de 2014 às 08h35 | Carnaval de 2014

Campanha "Bebeu, perdeu" alerta sobre consumo de álcool no carnaval

A iniciativa também visa sensibilizar os comerciantes a não vender o produto para crianças e jovens

Por: Letícia Oliveira/ Com informações Agência Brasil
Foto: Ilustrativa

Com a proximidade do carnaval, quando aumenta o consumo de bebidas alcoólicas, o Ministério da Justiça lançou nessa segunda-feira (24) uma campanha para conscientizar quem tem menos de 18 anos sobre os malefícios do álcool. Com o slogan “Bebeu, perdeu”, a iniciativa também visa sensibilizar os comerciantes a não vender o produto para crianças e jovens, prática criminosa que, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) pode ser punida com até quatro anos de prisão e multa.

De acordo com o secretário nacional de Política sobre Drogas, Vitore Maximiano, os dados sobre o consumo de álcool por menores de 18 anos é preocupante, principalmente porque, embora a pesquisa da Unifesp não aponte, sabe-se que muitos desses jovens têm acesso à bebida no ambiente doméstico, na companhia de parentes. 

"Há casos de o álcool ser oferecido pela própria família, o que acaba estimulando o consumo. Isso nos preocupa muitíssimo", disse o secretário. Ele informou que a secretaria oferece aos educadores de todo o país um curso de capacitação para que os profissionais saibam identificar e lidar com essa situação. As inscrições para as novas turmas estão abertas até a próxima sexta-feira. Estão sendo oferecidas 100 mil vagas em todo o Brasil e os cursos são ministrados por algumas das principais instituições universitárias do país. Os interessados podem ter mais informações na secretaria, pelo telefone (61) 2025.7200 ou pelo site www.senad.gov.br.

O custo de produção dos cinco vídeos institucionais e de veiculação de todas as peças publicitárias, incluindo outdoors e painéis, alcançou R$ 5 milhões. Nas emissoras de TV comerciais, no entanto, os vídeos serão exibidos como propaganda institucional gratuita.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas