MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
11/12/2018
05 de março de 2018 às 09h41 | Geral

Ação Cidade Limpa inicia hoje nos bairros Cidade Morena e Nova Capital

A expectativa é superar as 10 toneladas recolhidas na primeira edição do projeto

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

O projeto “Cidade Limpa”, de recolhimento de resíduos de grande volume, organizado através de uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde (Sesau), Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) e Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), tem início nesta segunda-feira (5) nos Bairros Cidade Morena e Nova Capital. A expectativa é superar a primeira edição do projeto realizado no bairro Jardim Noroeste onde mais de 10 toneladas de resíduos foram recolhidos.

Os dois locais foram escolhidos para receber a segunda edição do Cidade Limpa, pois o Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), realizado em janeiro, apontou a região com a maior incidência do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, sendo que em 11,7% dos imóveis inspecionados foram encontrados focos positivos.

Até a sexta-feira (9) os moradores terão dois “Eco Pontos” nestes bairros para que possam levar materiais que acumulem água e ser foco de transmissão do mosquito. São aceitos sofás, geladeiras, televisores, carcaças de computadores, fogões, carrinhos de mão, pias de cozinha, banheiras de plástico, móveis, armários de aço e máquinas/tanquinhos de lavar roupas. Não serão aceitos entulhos de construção, podas de árvores e pneus.

A existência destes resíduos nas residências são possíveis depósitos e criadouros do mosquito da dengue, bem como a instalação, manutenção e proliferação de animais que são indesejáveis ao convívio humano (ratos, pombos, baratas e outros) e passíveis de transmissão de doenças. Estes objetos também expõem crianças a riscos de acidentes e, na estação das chuvas, podem entupir bueiros, provocando inundações.

Os Eco Pontos do Projeto Cidade Limpa funcionarão das 7h às 17h, nos seguintes endereços: Associação de Moradores do Cidade Morena, Rua Firminópolis, nº 347 e na obra da Igreja Evangélica Mana, Rua Bento de Souza (entre os números 624 e 699) – próximo ao Kartódromo.

O recolhimento dos materiais descartados ocorrerá por meio de caminhões de diversos órgãos públicos, em parceria com empresas privadas. Os resíduos serão destinados a uma empresa que ficará responsável por realizar a destinação correta, como o processo de reciclagem.

“Após este trabalho, vamos intensificar o trabalho com os agentes comunitários de Saúde e de Endemias para conscientizar moradores sobre os perigos de se acumular tais resíduos. Vamos mobilizar as escolas para uma grande ação de prevenção quanto a dengue”, afirmou o coordenador da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV), Eliasze Guimarães.

 

 

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas